Os ausentes nunca tem razão

(André Destouches)