Na véspera de não partir nunca,

ao menos não há que arrumar malas.

(Fernando Pessoa)